Sonho é pra sonhar junto.

9
COMMENTS


A capacidade de sonhar é realmente algo incrível. Não estou falando daquele sonho de quando a gente dorme, que por sinal é ótimo também, mas sim daquele que a gente sonha acordado. Através dos sonhos as pessoas recebem estímulos para ir em frente e investir no que quer que seja, desde um negócio a um relacionamento amoroso. Mas o grande segredo do sonho crescer e dar certo é quando conseguimos convencer alguém de que o nosso sonho é valido e a pessoa passa a sonhar junto com a gente.
Em algum momento, temos que contagiar alguém com os nosso sonhos. Um empresário tem que convencer o gerente do banco que o seu empreendimento dará certo para assim poder receber um empréstimo, uma banda tem que convencer um produtor de que o som dela é legal e que vai estourar.
Como ser social, o humano não vai muito longe sozinho, ele precisa de parcerias e não podemos ignorar isso. Força de vontade e perseverança são qualidades importantíssimas numa pessoa, mas o companheirismo é muito mais gratificante e leva mais longe, porque aí as qualidades serão duplicadas, triplicadas e etc... É por isso que temos amigos, é por isso que se formam sociedades e é por isso que pessoas decidem se unir para sempre (claro que esse para sempre deve ser interpretado segundo Vinícius de Moraes: "Que seja eterno enquanto dure").
E claro eu não poderia deixar de citar o Raul Seixas quando diz que:

Sonho que se sonha só
é só um sonho que se sonha só,
mas sonho que se sonha junto
é realidade


Com certeza, sonhar é bom, mas quando se sonha junto é melhor ainda.


Foto:fotolog.terra.com.br/tha_tafuri_ortiz:8

Be yourself is all that you can do.

5
COMMENTS
Complicado falar desse negócio de sermos nós mesmos. Na verdade, não é isso o que o "mundo" quer. O que se deseja mesmo é um comportamento padrão onde as pessoas usam roupas da mesma marca, vão aos mesmo lugares, bebem as mesmas coisas e etc. O que muda são os subgrupos dentro dessa imensa esfera que é a nossa sociedade. Isso é meio paranóico eu sei, mas até que ponto somos nós mesmos?
Pitty cantou: "Seja você mesmo que seja estranho." Tah beleza, eu vou lá por um piercing no nariz, pintar o cabelo de roxo, usar roupas escuras e, de repente... Não eu não sou eu mesmo, eu sou EMO. Dá para entender o quanto nós precisamos de rótulos para tudo? Se eu gosto de pessoas de outro sexo eu sou gay. Se eu fumo eu sou fumante e por aí vão infinitas categorias.
Começamos a imitar desde que nascemos. E isso não se perde ao longo do tempo. A aprendizagem vem da imitação, então daí podemos ou não desenvolver algo que chamamos de estilo, mas que na verdade é uma junção de diversas outras coisas. E continuo eu com uma pedaço de cada coisa que eu achei legal.
O que eu estou falando foi muito bem expecificado em uma propaganda da Coca - Cola, que mostrava um cara que saia compartilhando goles do refrigerantes e a cada gole levava algo consigo. Olha ele aí embaixo:




Enfim, sofremos influências de várias coisas e cabe a nós escolhermos que coisas são legais ou não. Eu escolho se vou usar uma camisa do Ramones ou uma do Simple Plan. Nossas escolhas farão de nós o que somos. O importante é saber que a mistura é você e não que você é algo da mistura. Be yourself is all that you can do, viva Audioslave!

Reflexão no MSN

9
COMMENTS
Depois da ótima crítica feita por Arnaldo Jabor (ou sei lá quem, pois dizem por aí que não foi o Jabor quem escreveu, mas como atribuíram o texto a ele é a ele que eu vou me referir) sobre os indecifráveis nick names do MSN , eu proponho dar uma continuidade ao seu texto. Concordo em número, gênero e grau com as observações feitas por Jabor, talvez por eu ser usuária assídua do MSN. Várias vezes eu tenho que por o cursor do mouse sobre o nome do contato para ver o e – mail e, talvez, saber de quem se trata.
Mais do que pessoas se exibindo, fazendo propaganda de eventos, oscilando entre o status de invisível e disponível para que os demais contatos vejam seu novo nome e foto, existe algo mais além: o gasto de energia.
Pensando nos contatos exibicionistas, os desenvolvedores do MSN 2009 disponibilizaram na parte inferior do aplicativo, um espaço para constantes notificações de mudanças de status, frases, fotos e até informa quem fulano adicionou à sua rede, mas, para os problemas crônicos de falta de consciência ninguém atenta.
Vários jornalistas formulam matérias informando os últimos diagnósticos sobre o aquecimento global (sempre mais pessimistas), vejo diversas campanhas de mobilização para conter o aquecimento acelerado da terra, aquela pressão nos EUA para assinarem o contrato de comprometimento a diminuir a emissão de gases poluentes, a moda dos prédios ecologicamente corretos e talz, e várias pessoas, não sei por qual motivo, ligam seus PC’s, logam no MSN e põem umas frases mais ou menos assim no status: “estou dormindo”, “fui comprar pão”, “fui a uma festa”, ou simplesmente um “tow não”.Esses status são diferentes do de ocupado. Eu, particularmente, não vejo mal em uma pessoa que loga no MSN, põe ocupado ou ausente mas vai jogar no PC, xeretar Orkut, navegar fazendo N coisas e etc. De alguma forma, esse alguém está utilizando o PC e como esse foi desenvolvido para ser multitarefas, nada melhor do que utilizar todas as funcionalidades da sua máquina.
No entanto, eu sou totalmente contra quem loga no MSN e vai assistir TV, jogar bola, dormir, ir a uma festinha e sabe lá mais Deus o quê, e o PC fica lá por horas ligado, consumindo energia em vão.
Certa vez eu recebi um slide muito interessante no meu e – mail, falava sobre o mundo e a humanidade, da idiotice do ser humano em querer ver mudanças mas não querer mudar. Mas a melhor frase foi: “o universo não é idiota”. E não é mesmo! Pode ser que alguém que leia esse artigo pense: “Que garota noiada! Por que ela não vai cuidar da vida dela!” Pois é exatamente isso o que eu estou fazendo, cuidando do mundo onde eu vivo e que retorna para TODOS os seus habitantes os males a ele praticados. O que eu acho justo.
O homem do futuro não é o homem que espera cair do céu, é aquele que vai atrás de seus interesses e que não é idiota a ponto de achar que nada o abalará por que ele é superior. Então combinemos o seguinte, se você não estiver usando o seu PC para nada, desligue – o e seja menos um idiota nessa grande multidão.

Ressureição!

1
COMMENT

Olá, pessoas, faz um certo tempo... Praticamente eu abandonei o Garota Capitalina. Foi mal, mas estou voltando com tudo! A garota capitaliana aqui está muito feliz ultimamente, até porque tem show de Capital aqui em Recife (dia 21/08) e eu vou delirar, com certeza! Ando por aí dizendo que amanhã eu estarei no melhor show do ano! Pois é, o Capital ganhou o Prêmio Multishow desse ano (acho que todo mundo já sabe dessa :p) na categoria de melhor show. Eu sempre soube que o show deles é o melhor de todos (eita que essa é fã doente =S ), só faltava o reconhecimento. Apesar de que, um evento onde NX Zero sempre ganha algo, para mim, não é muito seletivo não, na verdade nem um pouco. Desculpem aí, fãs de NX, mas, fala sério.

Bom pessoal, é isso aí, estou voltando e marcando o meu território. Vamos lá!

Queria ser como Renato Russo

6
COMMENTS

Sei que eu não sou a única, mas eu queria ser como Renato Russo. É incrível como esse cara tem uma música para todo o tipo de situação, ou melhor, tem musica que serve para mais um tipo de situação! Letras descaradas, letras veladas, letras engraçadas, letras sádicas...
Renato foi um arauto da nossa juventude. Um exemplo de alguém que sabe muito, mas que se deixou levar... Renato era incrivelmente humano. Não tive a oportunidade de conhece – lo pessoalmente, mas o conheço através de suas composições que nada mais é do que um reflexo daquela mente tão brilhante. A vida é tão grande, mas também pode ser tão curta...
Musicas como Anjos, Metal Contra as Nuvens, Musica Ambiente, Por Enquanto, Índios, Vento no Litoral, O teatro dos Vampiros, O Senhor da Guerra, Ainda é cedo, Giz...
Como ele nunca haverá, o que ele nos deixou jamais será esquecido.
Saudades eternas, Renato.

Dia de Otário

4
COMMENTS


Hoje eu tive um dia que escolhi chamar de “Dia de Otário”. Neste dia, por pequena coisa, eu olhei para toda a minha vida e desprezei – a. Olhei todos os meus sonhos e esforços, toda a luta diária que não apenas eu, mas todo o ser humano passa, e achei medíocre.
Convoquei todos os meus melhores amigos. Teve um que se compadeceu profundamente e enxugou minhas lágrimas, outro disse que eu era muito dramática, outro me ouviu, estudou fatos e deu a solução para o caso e teve um que riu de mim descaradamente e desejou que eu aprendesse algo com isso.
Perdi o dia entre lembranças e questionamentos e vi as coisas como cada um dos meus amigos. Lamentei, achei - me tola, procurei uma solução, e no fim eu ri de mim mesma. “Querida Lee, por que você simplesmente não mandou a causa desse seu estado tomar no reto e abriu uma lata de coca cola zero?”
Findou-se o dia e amei minha vida novamente. Olhei meus sonhos e esforços e tive orgulho de mim mesma. Se pelo menos eu aprendesse... rsrsrs.

Palavras de um futuro bom

5
COMMENTS
Há momentos em nossas vidas que, sinceramente, parece que a maré não vai mudar. Putz! Aí vem aquele filminho com todas as coisas que você quis e não consegui, aquele romance que tinha tudo pra dar certo, e não sabemos o porquê, desandou, aquele amigo tão presente agora não é mais aquele amigo tão presente...
Isso acontece comigo, acho que trimestralmente. É verdade! Eu tenho uma mania incrível de, de tempos em tempos, fazer uma revisão em minha situação de vida nessa terra e quase sempre bate o desânimo. Não que eu não seja feliz. Eu tenho tudo o que é necessário: Família, Amigos, Capital Inicial, um emprego que não é aquela maravilha mas pelo menos dá pra desenrolar a grana pras baladas, faço um curso na faculdade que eu sonhei... Mas eu acho que sou perfeccionista com a vida. Ás vezes parece que eu quero a vida como em uma novela, ou melhor, como em um romance de revista que é mais emocionante.
Sempre que acontece essa crise emocional eu crio uma frase. A dessa vez foi inspirada numa música de Capital Inicial e também em um ditado popular. Essa frase eu quero deixar aqui como registro de um momento que eu sei que vai passar, mas que está doendo.


“Eu escolhi uma estrada... e não vou olhar pra trás. Dizem que a gente só planta o que colhe, mas, assim como a semeadura, a colheita não é única. Então vamos lá, Lee, é você quem faz acontecer”

E como dizia Renato Russo em Metal Contra as Nuvens: Tudo passa, tudo passará...


.